A revolução digital e o mundo do trabalho

Viver é uma correria, de constante aprendizado, e todo mundo da quebrada aprende isso desde cedo. É por isso que nós, da Trace Academia, decidimos nos debruçar, em uma série de textos, sobre as novas formas que essa caminhada tem se apresentado em nossa vida cotidiana, buscando compreender o passado, ler o presente e pensar o futuro. Crescer e se desenvolver são uma necessidade humana, e ninguém está ileso desse processo, então nada melhor que focarmos nossa atenção para os aprendizados mais importantes do presente para nos preparar para o futuro que se avizinha e já adiantar nosso corre.

 

Podemos dizer que, historicamente, a ideia de qualificação para o trabalho era vista como um dever do governo, no sentido de prover educação de qualidade para sua população, que seria, em seguida, absorvida pelo mercado de trabalho, visando o crescimento econômico do país. Já no final do século XX, no entanto, houve uma passagem gradual de qualificação profissional para uma ideia de empregabilidade, transferindo do Estado para o indivíduo a necessidade de buscar essa qualificação para se manter relevante no mercado de trabalho.  Assim, a percepção de que um curso técnico ou universitário, por exemplo, fosse capaz de prover todos os conhecimentos e habilidades necessárias para o bom desempenho do trabalho foi perdendo força, devido principalmente aos avanços tecnológicos que a revolução digital, a partir dos anos 70, colocam em movimento nas sociedades contemporâneas. Com a emergência das novas tecnologias digitais, como os computadores, a internet, os celulares e metaversos futuros, toda a dinâmica cultural ao nosso redor se transformou.

 

Foi nessa revolução que a comunicação foi ficando cada vez mais instantânea, os trabalhos foram ficando remotos, o aprendizado foi se individualizando, cada um correndo atrás das suas informações. Cada vez mais as competências necessárias para o sucesso no mercado de trabalho passaram a estar atreladas a uma noção de atualização constante, tanto dos currículos, quanto das habilidades necessárias para se navegar nesse mundo cada vez mais digitalizado e em rápida transformação. Entender e dominar uma tecnologia hoje não significa muita coisa quando novas tecnologias melhores surgem o tempo todo e precisamos estar em um aprendizado constante para não ficar para trás.

 

Share:

Newsletter

"*" indica campos obrigatórios

Agreements